Cotidiano · Listas

5 livros para ler em um dia

Bom, estou oficialmente de férias. E isso significa que é tempo de me enganar dizendo que vou terminar de estudar tudo o que não deu tempo durante o ano e que vou botar ordem no meu quarto. Mas também é tempo de fazer o que eu mais gosto de fazer quando tenho tempo livre: ler.

Isso não inclui, obviamente, livros de Medicina. Inclui exatamente qualquer livro que não seja de Medicina. Quer dizer, mais ou menos. Eu sempre acabo não resistindo e lendo histórias (e vendo documentários e filmes) sobre saúde mental; mas, para mim, isso é um passatempo.

Então resolvi fazer uma coisa que adoro fazer: listas. Faço listas de tudo: coisas que tenho que fazer, coisas que gostei de fazer, motivos pelo qual gosto ou não disso ou daquilo. E, pensando em pessoas como a minha mãe, que gosta de livros que ela consegue começar e terminar em um mesmo dia, resolvi fazer uma lista sobre o assunto.

Claro, vou desconsiderar o fato de eu ter lido todos os livros da série Jogos Vorazes e a maioria do Harry Potter em uma sentada. Tenho plena consciência de que isso, a não ser por alguns fãs dessas séries, não é comum.

Garota, Interrompida (Susanna Kaysen)

garota-interrompida-capa

Da série de livros sobre saúde mental (em minha defesa, dessa vez, eu li antes mesmo de entrar na faculdade) que eu recomendo para todos que seguem ou querem seguir área da saúde e mesmo os que não querem. O livro é a história da própria Susanna, diagnosticada com transtorno de personalidade do tipo Borderline – diagnóstico, inclusive, que ela questiona -, e aborda principalmente o período que Susanna ficou internada em um hospital psiquiátrico. Os capítulos são curtos e a leitura é fácil, apesar de ser um tema bem denso. Mas, para mim, o ponto alto desse livro é a abordagem da doença mental por um próprio portador da mesma, o que traz um ponto de vista totalmente diferente. Vale também assistir à adaptação para o cinema, com a Winona Ryder (diva <3) como Susanna e Angelina Jolie ganhando o Oscar com sua interpretação de Lisa; cabe ressaltar que o filme, como de se esperar, é mais “romantizado”, e apesar de ser incrível, acaba por transmitir menos da experiência pessoal da autora.

E Não Sobrou Nenhum (Agatha Christie)

agatha-christie-e-nao-sobrou-nenhum

Quem me conhece sabe que não poderia faltar em qualquer lista minha sobre livros algum da Agatha Christie, uma das minhas autoras favoritas e que me inseriu na mundo dos livros de mistério e investigação. “E Não Sobrou Nenhum”, antigo “O Caso dos Dez Negrinhos”, conta a história de 10 pessoas que são convidadas a passar um fim de semana em uma ilha isolada, nenhuma delas conhecendo pessoalmente seu anfitrião. As 10 tem algo em comum: um passado negro. E todas elas se tornam potenciais vítimas e suspeitas quando um a um, cada uma das 10 começa a morrer, seguindo a ordem da cantiga infantil: “Dez soldadinhos saem para jantar, a fome os move; um engasgou, e então sobraram nove”. Esse foi eleito o melhor livro da autora e não é por menos: história envolvente com leitura bem fácil e um final surpreendente.

O Menino do Pijama Listrado (John Boyne)

omeninodopijamalistrado

Vem cá chorar comigo no cantinho, vem. Um dos livros mais simples que eu li, mas um dos que eu mais chorei. Também, o que poderia resultar de um livro que combina a inocência das crianças e a amizade entre o filho de um nazista e um judeu em plena II Guerra Mundial? Ainda mais que Shmuel, o judeu, é polonês, e a família toda da minha mãe é polonesa e estava lá na época da guerra. Enfim, não sei o que me prendeu mais na leitura: a linguagem sem muitos floreios ou a agonia de saber que final essa amizade teria no contexto em que ela surgiu. É um livro que – como a própria lista indica – dá pra acabar em um dia, mas que faz (ou pelo menos me fez) refletir sobre ele dias a fio. É o livro que eu tenho que mais emprestei: passeou pelo pessoal de casa todo, depois pra casa do meu namorado (também lido pela família dele toda) e, por fim, para vários amigos. Ainda não tive coragem de ver o filme, para ser sincera.

Mulheres Alteradas (Maitena)

10197514

Prometi a mim mesma que faria uma lista o mais eclética o possível. Então, para entrar na categoria “humor”, escolhi a Maitena e sua série em quadrinhos, “Mulheres Alteradas”. São 5 livros e provavelmente os únicos que me fizeram rir da primeira à última página. Como o próprio livro sugere, o livro fala sobre mulheres e seu cotidiano, suas relações com filhos, maridos, sogras, trabalho, compras e por ai vai. Tudo, é claro, com muito humor. A graça do livro reside em identificar, a cada tirinha, pessoas que você conhece – ou até você mesma!

Amar, Verbo Intransitivo (Mário de Andrade)

amar-verbo-intransitivo-mario-de-andrade-15419-mlb20102818262_052014-f

E, para terminar a lista, um dos meus livros nacionais preferidos. A linguagem dele é um pouco mais complicada que as dos outros citados; ela tenta se aproximar do coloquial da época, então não é aquela escrita a que estamos habituados. A primeira coisa que me chamou a atenção no livro é o próprio título: amar é um verbo transitivo direto, ou seja, pede um complemento (seu objeto direto). Eu amo minha família/ meu irmão/ meu cachorro/ minha cama/ férias/ chocolate/ what-so-ever. Eu amo alguma coisa, alguém. Não só amo, sem nada depois. Mas tudo faz sentido quando conhecemos Fräulein, que é apresentada como uma “professora de amor”, contratada para iniciar a vida sexual do adolescente Carlos. Esse livro aborda a sociedade patriarcalista, em todas as ações são voltadas para o menino – Carlos -, que deve ser protegido da “ganância das mulheres”, (o que motiva a contratação de Fräulein), com as meninas deixadas em segundo plano. Guardadas as devidas proporções, dá pra ver que nem tanta coisa mudou…

 

Olhando agora, talvez nem todo mundo consiga ler esses livros em um dia. Bom, eles continuam valendo a pena. Como qualquer outro livro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s